Sam Lessin, em uma entrevista ao documentário ‘The Startup Kids’

O empreendedor Sam Lessin, que vendeu sua startup Drop.io para o Facebook, descreveu assim a vida do empreendedor: “Esse é o jeito mais maníaco-depressivo que você poderia viver sua vida. Você nunca está tendo só um dia bom. Ou você está tendo o melhor dia da sua vida, ou você está pensando em morrer.”

A frase de impacto foi escolhida por Vala Halldorsdottir como uma das melhores do documentário que criou com a sócia Sesselja Vilhjalmsdottir. As duas empreendedoras da Islândia, que criaram uma startup em 2009, são as responsáveis pelo “The Startup Kids”, financiamento pelo Kickstarter. O filme inclui entrevistas com empreendedores de companhias como Dropbox, Vimeo, Soundcloud e Foodspotting.

Confira uma entrevista exclusiva e assista ao trailer:

“A ideia surgiu enquanto trabalhávamos na nossa primeira empresa e ficamos tão motivadas com o sucesso, que queríamos motivar outros a fazerem o mesmo”, contou Vala. Em 2009, as duas islandesas criaram um jogo que fez sucesso na Islândia e, desde então, a companhia pegou vários projetos para fazer, incluindo o documentário –hoje, elas trabalham em uma nova startup, a Kinwins.

A decisão pelo filme veio também do fato de que as duas também poderiam aprender ao retratar os cenários de empreendedorismo dos Estados Unidos e da Europa. “Acho que a maior lição que tiramos das entrevistas foi que a construção da companhia é um trabalho ‘hands-on’, você tem que ir e fazer, não pode só ficar lendo livros ou aprender isso na escola”, disse Vala.

Segundo ela, o filme deveria ser patrocinado pela Nike: “Quando perguntávamos o que é preciso para se tornar um empreendedor de sucesso, a resposta quase sempre era ‘Just Do It’ [frase usada pela Nike em várias campanhas internacionais, algo como ‘Vá e Faça’, em tradução livre].”

Atualmente, o filme é exibido em diversos lugares do mundo, com exibições agendadas (veja aqui). Vala pediu que eu compartilhasse o link de inscrição, para quem quiser fazer uma exibição do documentário no Brasil: Vejam aqui.