WebPesados vem consolidando sua posição de destaque como um poderoso marketplace que atua em toda cadeia do varejo de compra e venda de máquinas e veículos pesados.

Fundado em 2009 a partir da aquisição do site Webtractor.net, em apenas dois anos o site já reúne 25 mil usuários e contabiliza mais de 7 mil anúncios cadastrados, o que representou um montante de R$ 750 milhões em máquinas e veículos pesados negociados por meio de seus classificados.

“No caso de empresas como concessionárias, revendas e locadoras, somos uma solução muito eficaz para promover a venda recorrente de seus estoques através do nosso classificado. Já empresas como construtoras, transportadoras, fábricas e de logística, que precisam renovar sua frota pontualmente, liquidando os usados para ajudar na compra dos novos, de forma rápida e simples, oferecemos a solução do leilão. Com isso, atuamos como um verdadeiro marketplace ‘one-stop-shop’, simplificando a reciclagem e a comercialização de pesados novos e usados ”, assinala Venâncio Velloso, CEO da WebPesados.

Com um crescimento de 183% no primeiro trimestre deste ano em relação ao mesmo período do ano passado, a WebPesados aposta na explosão das obras de infraestrutura no Brasil, que irão ter uma maior demanda nos próximos anos por conta de eventos como a Copa do Mundo e as Olimpíadas e em função da própria necessidade de investimentos que suportem o crescimento da economia. A estimativa conservadora da empresa para o primeiro semestre deste ano é de dobrar o número de classificados.

“O Brasil irá atravessar um período de forte aceleração com investimentos bilionários em obras de infraestrutura e nosso plano de negócios é justamente o de pegar uma carona neste crescimento em um mercado que certamente será positivamente afetado. Nossa missão é nos consolidarmos como um marketplace que irá simplificar a comercialização de máquinas e veículos pesados, deixando o ‘seu pesado mais leve’, finaliza Venâncio.

“Nós estamos vivendo um momento muito legal na empresa, ampliando os serviços através do feirão e no segundo semestre com leilão, para começar ganhar um percentual na transação das vendas que já estão ocorrendo através dos classificados. Já existem alguns players aqui no Brasil e fora, oferecendo o serviço do leilão ou classificados, só que de forma independente. Nenhum deles estão com  a nossa visão de reunir esses três serviços em uma mesma plataforma” aproveitando as sinergias e criando um verdadeiro marketplace”, explica o empreendedor.

“A idea é realmente fugir do modelo tradicional de classificados (webmotors) e inovar, criando um marketplace com a entrada desses novos serviços onde vamos começar a ter uma participação da transação alavancando o nosso crescimento”, dimensiona.

Perfil do CEO

Venâncio Velloso, 31 anos, formou-se em Administração de Empresas pela Babson College, no estado de Massachusetts, nos Estados Unidos. Ele estagiou no Banco Pactual, em 2002, como analista em Análise de Crédito e Risco. No ano seguinte, estagiou na Odebrecht S.A. como analista no Departamento de Mercado Imobiliário.

Em 2003, ingressou na VTEX, como cofundador /diretor, colaborando para o desenvolvimento e crescimento da empresa, que atualmente é considerada uma das maiores plataformas de e-commerce do Brasil, atendendo clientes como Walmart, Polishop, Agora Investimentos, Nokia e Sacks/Sephora, entre ouros. Nesta, ele pode acompanhar o crescimento do mercado de e-commerce no Brasil, atendendo clientes de diversos portes, o que acabou incentivando a fazer um “spin off”, abrindo sua próxima empreitada.

Em 2007, fundou a Sapatino, primeira loja virtual de calçados e acessórios multimarcas do Brasil. A empresa teve um rápido crescimento, se tornando referência no mercado virtual, e posteriormente foi vendida para um fundo de Private Equity cujo objetivo era de antecipar o “time to market” de uma rede de lojas físicas de calçados no mundo virtual, em junho de 2008. Logo após a venda da Sapatino, Venâncio foi convidado para entrar como sócio de uma nova “startup” voltada para o mercado de classificados no nicho de máquinas e veículos pesados: a WebPesados.