A startup mineira Kupoons, uma plataforma de distribuição de cupons promocionais, está apostando na força das indicações dos próprios consumidores para montar sua base de parceiros.

Desde o último domingo, dia 8 de janeiro, o site de pré-lançamento www.kupoons.com foi ao ar apresentando o projeto e convidando os consumidores a indicarem parceiros.

Texto enviado para publicação.

O consumidor cadastra e compartilha suas indicações. As indicações que tiverem mais “curtir” ganham vales-compra nas principais lojas virtuais do Brasil. Nesta primeira fase as indicações só valem para Belo Horizonte. Em apenas dois dias já foram mais de 60 parceiros indicados, utilizando as redes sociais como único meio de divulgação.

Segundo Sandro Silva, sócio da empresa e responsável pelo marketing, “o mercado busca oferecer produtos que sejam o mais relevante possível para os consumidores, algo que eles realmente queiram, então o mais lógico é perguntar a eles o que querem ver em nosso site”.

As empresas indicadas serão visitadas posteriormente pela equipe da startup para fechar as parcerias. Além de oferecer o primeiro mês de graça como teste, um forte argumento é que os próprios consumidores estão pedindo que a empresa seja um parceiro do Kupoons.

O que é o Kupoons

Kupoons é uma plataforma de distribuição gratuita de cupons promocionais (descontos, produtos grátis, leve 2 pague 1, etc.), onde os próprios parceiros criam suas ofertas para seus consumidores. Os cupons são distribuídos via Internet, redes sociais, SMS ou utilizando smartphones.

Diferente das compras coletivas, o Kupoons não cobra pelos cupons, não tem número mínimo de participantes e nem “reloginho” para validar a promoção. A receita vem dos parceiros que pagam por cada cupom gerado. Outra grande inovação do Kupoons é a questão de fidelização. Quanto mais os consumidores utilizarem os cupons de um determinado parceiro, mais vantagens ele ganha naquele parceiro.

A ideia

A ideia surgiu pela compulsão de um dos sócios, Ramon Alves, de utilizar cupons de sites de compra coletiva. O problema encontrado por ele foram as experiências, nem sempre muito boas: desde receber outro produto com qualidade inferior até tratamento diferenciado só porque tinha um cupom de compra coletiva.

Então, com mais três sócios, Rafael Paiva, Rennan Possas e Marcílio Júnior, surgiu a ideia de criar uma plataforma que distribuísse cupons promocionais com descontos menores, mas que sejam de graça e tenham a função de fidelizar os consumidores.